A Instituição de Vale de Azares

A Associação iniciou a sua atividade dependendo da Associação de Melhoramentos Cultural, Desportiva e Recreativa do concelho de Celorico da Beira.

A inauguração do edifício foi feita a um de outubro de mil novecentos e oitenta e nove.

Os primeiros utentes, foram da freguesia e também de outras freguesias vizinhas. Havia apenas uma funcionária.

Em dezassete de julho de mil novecentos e noventa, foi constituída a Associação de Melhoramentos Cultural, Desportiva e Recreativa de Vale de Azares com Estatutos próprios e escriturados no Cartório Notarial de Celorico da Beira.

Os objetivos fundamentais, entre outros, são:

Apoio à infância e juventude, incluindo as crianças e jovens em perigo;
Apoio à família;
Apoio às pessoas idosas;
Apoio às pessoas com deficiência e incapacidade;
Apoio à integração social e comunitária;
Proteção social dos cidadãos nas eventualidades da doença, velhice, invalidez e morte, bem como em todas as situações de falta ou diminuição de meios de subsistência ou de capacidade para o trabalho;
Promoção de atividades desportivas;
Promoção de iniciativas recreativas, culturais e etnográficas.
Os primeiros Corpos Gerentes surgiram em setembro de mil novecentos e noventa e dois, conforme ata número um do Livro de Assembleia Geral.

O registo definitivo dos Estatutos foi feito no ano de mil novecentos e noventa e quatro, conforme Declaração publicada em Diário da República – III série n.º 71 – 25-3-1994.

De acordo com as alterações da legislação que abrange o setor solidário, a Instituição de Vale de Azares efetuou as alterações previstas ao abrigo do referido Dec. Lei (172-A/2014 de 14 de novembro), tendo estas sido efetivadas em Reunião de Assembleia Geral Ordinária em 25 de Outubro de 2015.

A Associação continuou com a valência de Centro de Dia e iniciou o Apoio Domiciliário.

Foi feita a Ampliação do Centro de Dia com o objetivo de proporcionar a valência de Lar.

O Lar abriu com capacidade para catorze utentes em dois de janeiro de dois mil e nove.

Houve também alterações no Centro de Dia “ obras de requalificação” e o edifício foi inaugurado a oito de janeiro de dois mil e onze. Ao Lar foi posto o nome de “Vale de Flores” para homenagear o primeiro nome desta aldeia.

Atualmente, a Associação mantém as três respostas sociais.

– Apoio domiciliário;

– Centro de Dia;

– ERPI (Estrutura Residencial Para Pessoas Idosas)

Relativamente aos recursos humanos, a instituição tem Médico e Enfermeira a tempo parcial. O restante pessoal é composto por Diretora Técnica, Animadora, motorista e auxiliares de serviços gerais e auxiliares de ação direta.

A Associação tem uma média de 204 sócios ativos.